Notícias » Cataguases

 

Últimas notícias

  • Após dias de tranquilidade, sem assaltos, Cataguases registra dois em menos de 24 horas

    Continuar lendo
  • Em menos de 12 horas PM consegue prender suspeitos do assalto ao ônibus da Viação Bonança

    Continuar lendo
  • Em rastreamento nas imediações do bairro São Marcos, PM prende dois rapazes, com droga, dinheiro e falta de habilitação

    Continuar lendo
  • Minas vai receber 352 novos profissionais do Programa Mais Médicos

    Continuar lendo
  • Escolas particulares iniciam atividades nesta segunda-feira, públicas na terça-feira

    Continuar lendo
  • Crise no polo moveleiro de Ubá afeta comércio da região

    Continuar lendo
  • Ciclista morre após ser atropelado por caminhão na Vila Minalda em Cataguases

    Continuar lendo
  • Homem é assassinado com três tiros em frente a sua residência no bairro São Sebastião em Cataguases

    Continuar lendo
  • Acidente com o produtor de eventos cataguasense Osmar Antunes da Costa deixa cataguasenses chocados na tarde de ontem

    Continuar lendo
  • Boletim de ocorrência pode ser feito pelo celular

    Continuar lendo

POLICIAL EVITA SUICÍDIO NA PONTE NOVA, EM CATAGUASES

Na semana passada, por volta da 17:30hs da última quinta-feira, o Sargento Bretas estava realizando um patrulhamento preventivo e percebeu na entrada da "Ponte Nova" na Rua Tenente Fortunato uma mulher em atitude estranha, parada no meio e, junto ao para peito da ponte. Ela estava com olhar fixo para as águas do Rio Pomba e repentinamente subiu no para peito de proteção lateral da ponte, ficando em pé, segurando-se com as mãos com o corpo todo projetado na direção as águas estando prestes a pular no Rio Pomba.  Nesse momento, o militar começou a conversar com a mulher e no exato momento em que ela iria se lançar nas águas do Rio Pomba, numa ação rápida e de surpresa, o militar conseguiu segurar a senhora pelos braços, e resgatá-la do local onde eventualmente com sua queda nas águas resultaria em risco de morte. Ao ser resgatada a vítima começou com uma forte crise de choro, após ser tranquilizada pelo militar, passou a dizer de que não sabia o que estava fazendo naquele local, ainda muito agitada se contradizia a todo o momento, com frases e palavras desconexas. A mulher tem 45 anos e é natural e residente em Cataguases.

© Rádio Cataguases - A emoção do povo
BRLOGIC